quinta-feira, novembro 23, 2006

“FESTIVAL DE MÚSICA DO MEIO DO MUNDO, AMCAP, `VALORES CULTURAIS`: perguntas”.

Recentemente aconteceram as inscrições para o I Festival de Música do Meio do Mundo, realizado pela Associação de Músicos do Amapá. Iniciativa louvável pela promoção de valores em meio a riqueza musical local; característica nada surpreendente na artística-brasilidade-pungente. Ainda assim, peço licença para um questionamento urgente, se assim posso enquadrar. Pergunto: como se escolhe música num festival que exige anonimato na inscrição, mas possui como material de análise fonogramas que evidenciam as vozes de artistas já conhecidos? Será possível configurar isenção nas escolhas, tendo em vista que as comissões, em geral, são compostas de indivíduos que circulam nos meios das artes, reconhecedores, reconhecidos e reconhecíveis? E o que seriam mesmo os ditos “valores artísticos”a serem apreciados na obra musical, no presente caso? De uma, foram mais questões. Mas é verdade, isso inquieta, e como! Fico sempre apreensivo sobre como esses processos acontecem, tendo em vista os vislumbres individuais aos holofotes e louros do reconhecimento. Tendo em vista as perícias inadvertidas (ou/e muitas vezes adversamente apoiadas) de benefícios e felicitações corporativas. Tendo em vista o nosso mundo... Pedimos todos, observadores mundo-locais, assim, divulgação dos critérios utilizados para escolha das composições e seus compositores; esta última, provocação mesmo. Este blog é lugar de debate, nada de acusação indevida, mas voz a quem quer ser ouvido. Um espaço opinativo, não opinioso. Waiting...
Conselho Editorial

2 comentários:

Anônimo disse...

o que observamos é que no cenario local a famosa panelinha está formada. Se fosse o contrario seria de estranhar, já que é muito comum esse tipo de sabotagem por aqui. Não que os artistas selecionados não tenham suas virtudes, a questão é a clareza dos fatos.

Ariane Lopes disse...

o que observamos é que no cenario local a famosa panelinha está formada. Se fosse o contrario seria de estranhar, já que é muito comum esse tipo de sabotagem por aqui. Não que os artistas selecionados não tenham suas virtudes, a questão é a clareza dos fatos.